SprMnRnscmnt001DSC_Page_01

NOME: SUPERMAN: RENASCIMENTO #1

AUTORES: PETER J. TOMASI, PATRICK GLEASON, DOUG MAHNKE

EDITORA ORIGINAL / BRASILEIRA: DC COMICS / PANINI COMICS

NÚMERO DE PÁGINAS: 52

FORMATO: REVISTA MENSAL 

TIPO DE CAPA: COMUM

ANO DE EDIÇÃO: 2017

 

CUIDADO: CONTÉM SPOILERS!

Acredito que dentre todos os personagens que sofreram mudanças durante a fase Novos 52, o Superman foi um dos mais prejudicados.

O personagem não tinha nada que nos fizesse lembrar dele, fora o seu nome e uniforme. Ele foi desenvolvido com uma conduta muito incômoda e o ponto de maior impacto em sua história, que é seu relacionamento com Lois Lane, foi simplesmente ignorado, para que ao invés dela, a Mulher-Maravilha fosse seu par.

superman-lois-clark-ed-1-panini-D_NQ_NP_513905-MLB25086920539_102016-O

Já no fim da fase mencionada, a hq Lois e Clark começou a ser publicada e nela encontramos nada mais que o Superman real (pré Novos 52), vivendo tranquilamente em uma fazendo com sua esposa Lois Lane e o filho Jonathan.

Com a morte do Superman dos Novos 52 na hq Fim dos Dias (falo dela aqui), o original pôde voltar e assim teve início o Renascimento.

A hq começa com Lana Lang tentando desenterrar o caixão do Superman morto, que estava sendo mantido em um mausoléu criado pelo governo. Em Fim dos Dias, o Homem de Aço havia pedido para sua amiga que assim que morresse, queria ser enterrado ao lado dos pais adotivos.

20170429_151726

O Superman original chega e a ajuda, levando o caixão até Smallville. Mas  um tempo depois ele volta até o local e questiona a marca de uma mão, encontrada no solo, em frente a lápide.

Vale lembrar que a fase Renascimento terá Watchmen como grande peça chave para sua trama e que é impossível deixar de imaginar que a marca de mão citada seja do Dr. Manhattan

Na segunda história da edição, o leitor é melhor apresentado ao filho de Clark, que ainda está aprendendo a controlar seus poderes e ao mesmo tempo se acostumar com o fato do pai ser quem é.

Em uma passagem trágica, porém cômica, o menino está indo fazer uma tarefa a pedido do pai e no intuito de salvar sua gata que havia sido capturada por uma águia, emite uma rajada óptica, incinerando ambos os animais.

A hq é excelente, diga-se de passagem.

É impressionante ver o quanto o Superman dos Novos 52 era diferente, se comparado com o “personagem original”.

Essa primeira edição é como se a própria DC falasse: Esse é o Superman! Esqueçam o outro.

Que venha a segunda edição!

Vale: 5 brindes

Anúncios